Blog

A últimas tendências

Varcare para você

Kaios

Minimize os danos da prancha e secador

Na Era dos cabelos “lisos” é muito comum ver mulheres utilizando secadores e pranchas para conseguir manter os fios cada vez mais lisos ou até mesmo para dar uma forma mais natural às pontas que se tornam espigadas por excesso de alisamentos por escovas progressivas.

Porém, o uso contínuo de secador e prancha prejudicam a estrutura física e estética dos fios, já que ao exercer fonte de calor sobre os cabelos é possível notar rápida desidratação e enfraquecimento dos fios. E o primeiro sinal de dano que se pode notar a olho nu é a oxidação, que provoca desbotamento da cor dos cabelos, mesmo que eles não sejam tingidos.

Além disso, quando o cabelo sofre esse tipo de agressão, as camadas cuticulares perdem sua capacidade de adesão e alteram toda a estrutura do fio. Afinal, são as cutículas que servem como proteção para o córtex onde estão localizados os pigmentos e as fibras de queratina, que determinam a força dos fios. Também são elas as responsáveis por regular a entrada e saída de proteínas, água e demais ativos necessários para manter as características de saúde dos fios.

Ou seja, quando a cutícula é afetada, não só os fios apresentam aspecto danificado, como toda preservação da vida útil dos cabelos acaba sofrendo.

Como minimizar esses danos?


Como muitas mulheres ainda têm a necessidade de alisar o cabelo, alegando mais praticidade no dia a dia, é quase impossível excluir essas ferramentas de alisamento. O jeito é tentar minimizar esses danos com alguns cuidados básicos.

Abuse das Hidratações

No alisamento térmico o calor atua diretamente nas ligações de hidrogênio e promove perda de água. Por isso é muito importante manter os cabelos hidratados semanalmente.

É importante frisar que hidratar os cabelos é o ato de devolver água aos fios para melhorar a flexibilidade e condicionamento deles. Mas para garantir maior retenção de água é importante combinar máscaras hidratantes e óleos de tratamento que, quando adicionados, promovem umectação para equilibrar os níveis de água e lipídeos, e garantir durabilidade da hidratação.


Nunca se esqueça da Proteção Térmica

A Proteção Térmica é muito importante, pois sem ela, mesmo que os fios estejam hidratados, sofrerão danos ao receberem o alisamento por escovação e prancha.

A hidratação por máscaras atua diretamente na parte interna dos fios, mas sua capacidade de proteção é limitada nas cutículas. Sendo assim, é importante que outro tipo de proteção entre em cena, nesse caso os creme Leave-in, sérum, sprays de brilho, desfrisantes, entre outros finalizadores sem enxágue que possibilitam a estabilidade do pH e mantêm a cutícula selada por mais tempo. A grande maioria desses produtos possuem proteínas termo protetoras que evitam a oxidação dos fios, prologam a qualidade sensorial e a cor dos cabelos coloridos.


Aposte em produtos à base de silicone

O uso de finalizadores e reparadores a base de silicone são de grande valor, pois formam sobre os fios uma bicamada protetora que os mantêm íntegros até o próximo processo de lavagem e alisamento térmico.


Utilize os aparelhos corretos

É muito fácil ter acesso às pranchas e secadores profissionais, mas tê-los em casa não é a melhor opção. Os aparelhos profissionais têm como características uma maior potência, por isso chamam a atenção das consumidoras. Mas podem tornar-se perigosos se utilizados por pessoas comuns, sem conhecimentos técnicos. O ideal é comprar aparelhos de uso doméstico, que são caracterizados por conter uma limitação em sua potência, evitando assim a possível quebra dos cabelos por exposição ao calor intenso.



Beto Santana
Diretor Técnico - Varcare